segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Malhadinha

Pode-se dizer que agora é uma gata feliz....
Após três meses de internamento num veterinário e depois de todos os tratamentos que fez, (operações para tratar a infecção, esterilização e uma pequena operação para tapar o osso do maxilar), está óptima! O único dilema era a rua... Não tinha ninguém para cuidar dela e na rua poderia voltar a ter outra infecção!

Então arranjámos a solução... Fiquei com ela, e neste momento ela está muito feliz (e gorducha).
Ficam aqui as mais recentes fotografias:

Alguém que os Admira,
A Vida do Gato

terça-feira, 27 de julho de 2010

Eles só não sabem falar ao telefone....

Sempre que ligar está a contribuir com uma dose de ração para um animal abandonado! O custo da chamada é de 0,60€ + IVA.
Para mais informações: União Zoófila

Não se esqueça: 760 50 10 15
Pode ajudar quem mais precisa de nós!

Alguém que os Admira,
A Vida do Gato

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Nano-Fera, o Gatinho....


Já viram alguma? Deu trabalhos a 8 pessoas (sem contar com os bombeiros), subiu e desceu uma árvore, enfiou-se dentro de 3 carros, e fez-nos correr atrás dele pelo jardim! É um gatinho muito simpático, que conquistou os nossos corações....Era uma fera quando o encontrámos, mas ao fim do dia, e depois de um banho (para sair o óleo dos carros), enrolámos o gatinho numa toalha e a fera amansou. Queremos agradecer o trabalho dos bombeiros, pois foram eles que o tiraram da árvore (quer dizer... ele saltou quando viu a mão do bombeiro) e aos vizinhos que não se importaram de abrir o capô dos seus carros.
Deixo-vos umas fotos dele:



Alguém que os Admira,
A Vida do Gato

domingo, 30 de maio de 2010

Brincadeiras de Gatos

video

Adoro brincar com eles... E se repararem é o gato que vos falei no último post

Alguém que os Admira,
A Vida do Gato

Mudanças...

Desde o último post muita coisa mudou... O mundo é feito de transformações e mudanças. Acontecem diariamente coisas boas e coisas más e a maior parte dos problemas diários ultrapassamos sem dificuldade. O problema é quando pomos o lado emocional ligado a tudo, até às coisas insignificantes.

Nos últimos dias, por aqui aconteceram coisas muito boas e outras menos boas:

Já temos dois novos membros amarelos e brancos lindos, com os olhos enormes. A mãe escondeu-os novamente, pois as pessoas começaram a ir vê-los mais de perto e a gata não gostou da aproximação. Ela é muito medrosa e os gatinhos provavelmente também irão ser.

O gato preto e branco foi abandonado à cerca de um mês, ainda não vos falei nele? Talvez no próximo post... Mas como estava a dizer, esse gato que estava sempre cheio de medo agora é muito dócil. A questão é que o gato está a revelar que tem algum problema. Desconfio que este tem "stress" (não é só nos humanos que acontece!) pois, está constantemente a limpar-se e a lavar-se e ataca os outros gatos. Ele deve estar revoltado porque por enquanto não tem a companhia da Malhadinha, nem dos antigos donos, está exposto a condições extremas, a pouca comida e a um território comum de vários machos.

E porque é que este não tem a companhia da Malhadinha?

A Malhadinha está muito doente internada num veterinário, com uma infecção generalizada. Ela desapareceu durante dois dias e quando voltou tinha uma infecção no olho e um abcesso que parecia que ela tinha dois focinhos. Felizmente alguns vizinhos que devo dizer que são super amigos dos animais (só para terem ideia têm 5 gatos e um cão ou um outro 6 gatos e todos eles de origem na rua) levaram-na para um veterinário aqui perto. Na última semana, ela foi operada, e até se pôs a hipótese de eutanásia pois a gata estava a sofrer e não se alimentava por iniciativa própria. Quem a internou não consiguiu tomar essa decisão, e no dia a seguir ela comeu 1 lata de comida sozinha, e ontem comeu 3 latas. Isto pode ser um sinal de melhora (ou não, há poucas probabilidades de sobreviver, mas vamos pensar positivo).

Alguém que os Admira,
A Vida do Gato

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Música...



É verdade que cada um tem os seus gostos, mas esta música tem tudo a ver com gatos. A música tenta representar dois gatos um pouco chateados, mas que reencontram a sua amizade novamente (coisas à gato).

Duetto buffo di due gatti - G. A. Rossini

Vale a pena ver!

Alguém que os admira,
A Vida do Gato

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Estatísticas...(para pensar)


Pois é a estatística volta a surpreender-me...
Em 18 gatos, só 4 é foram adoptados.
Destes gatos abandonados nenhum está castrado, ou seja, existe uma gata "de esperanças" (podem haver mais, mas poucas ninhadas sobrevivem).

Dá que pensar, não?

Alguém que os Admira,
A Vida do Gato